TED

Tempo mínimo de leitura: 3m 27 s

Utilizando a versão inglesa da wikipedia para fundamentar a maioria do texto, podemos dizer que TED é a abreviatura para Technology, Entertainment e Design ( Tecnologia, Entretenimento, Design). É uma fundação privada sem fins lucrativos nos Estados Unidos que é conhecida sobretudo pela suas conferências, que agora têm decorrido na Europa e Ásia assim como nos Estados Unidos. A TED é dedicada àquilo que diz serem ideias que valem a pena espalhar (ideas worth spreading) (era por isso obrigatória a presença deste tema neste site/blog).

Esta fundação foi criada em 1984 e a sua primeira conferência decorreu em 1990. A ênfase inicial da TED, com um centro de gravidade consistente com o Silicon Valley (local que adquiriu a imagem da materialização do avanço tecnológico), era maioritariamente a Tecnologia e o Design. O seu co-fundador, Richard Saul Wurman, é tido como o criador em 1976 do termo arquitecto da informação. Mas há medida que a popularidade das conferências (TED Talks) aumentaram, também aumentaram os temas abordados. São vários os oradores que proferem estas conferências, estando incluídos neste grupo personalidades de mérito e fama inquestionáveis, como Bill Clinton, Al Gore, Bill Gates, fundadores da Google e vários vencedores de Prémios Nobel.

Desde 2005 até 2009, foram atribuídos anualmente três prémios TED (TED Prizes) no valor de 100 mil dólares para ajudar os vencedores a realizar o seu “desejo para mudar o mundo” (wish to change the world). No entanto, a partir deste ano, só foi seleccionado um vencedor de forma a que a TED possa assegurar a maximização dos seus esforços em realizar o desejo deste.  Cada vencedor revela o seu desejo na conferência anual principal, dentro dos 18 minutos definidos.

Sem base em outros textos, e porque cada vez que me envolvo mais com “o universo TED” parece que há sempre mais para descobrir, salientava apenas 3 aspectos da imensa temática que é a TED:

  • TED Open Translation Project – é um projecto em parceria com o dotsub (site tipo youtube com o propósito específico da legendagem e tradução de vídeos) onde voluntários podem traduzir as conferências TED de forma a continuar a espalhar estas ideias;
  • TEDx – O estilo de conferências TED tem sido tão mobilizador e cativante que a fundação criou uma espécie de franchising, em que permite que uma equipa se possa propor a realizar um evento TED com organização independente num local da sua preferência. A este tipo de eventos chama-se TEDx e em Portugal estes eventos têm-se multiplicado ao longo do ano (TEDx Edges, TEDx Porto, TEDx Lisboa e TEDx Aveiro que descobri agora que vai mesmo acontecer e TEDx Coimbra e TEDx Guimarães que aparentemente ainda não têm divulgação web embora apareçam já na página TEDx). Tive o privilégio de estar presente no TEDx Porto onde, segundo números redondos finais, por cada 15 inscritos foi seleccionado um participante e fui também já aceite como participante para o TEDx Lisboa.
  • TEDMED – À semelhança do evento TED original, surgiu como um novo evento independente mas agora ligado à área da Medicina.

Queria também justificar que esta introdução se deve ao facto de ter a certeza (porque em vez de ver séries vou passar a ver TED talks) que irei colocar aqui várias referências e ligações acerca desta temática, pelo que fica desde já feita a contextualização.

E para terminar, deixo a referência do site que é completamente obrigatório visitar, devido a disponibilizar todas as TED talks oficiais desde 2006 (se não estou em erro) e mais algumas conferências que têm, sem dúvida, ideias que valem a pena espalhar:

www.TED.com

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *